PEC da Previdência é suspensa na Assembleia Legislativa de Goiás

A reforma da Previdência estadual foi suspensa de votação esse ano, na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) por meio de liminar concedida por ação do deputado Cláudio Meirelles (PTC). Após as manifestações de servidores frente a Assembleia, motivada por uma série de reivindicações, dentre elas, contra a reforma da Previdência, os deputados sentiram-se pressionados a começar a votar hoje (16) a reforma da Previdência em Goiás.

Segundo o parlamentar, e que foi acolhido, esta segunda-feira não poderia ser considerada sessão ordinária – este seria o décimo encontro, necessário pelo rito especial para que a PEC pudesse, efetivamente, tramitar.

“Na confluência do exposto, defiro a liminar requestada na inicial, para o fim de suspender o curso do processo no 2019006418 (PEC da Previdência) em trâmite na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, até o julgamento final do mérito ou sua adequação, nos termos da fundamentação acima lançada, ao devido procedimento legislativo”, decidiu o juiz

 

Mesmo no começo do dia a PEC ainda não possui votos suficientes para ser aprovada. OS opositores já alegavam que o prazo de dez dias para iniciar a apreciação da matéria não estava sendo cumprido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.