Piri Bier 2018 traz novidades do mercado cervejeiro

Maior Festival de Cervejas Artesanais do Centro-Oeste acontecerá de 30 de maio a 02 de junho em Pirenópolis 

26991962_1986295658052694_2391882174896648786_n.png

Acontece de 30 de maio a 2 de junho, no Cavalhódromo em Pirenópolis, a 7a edição do Piri Bier, considerado o maior festival de cervejas Artesanais do Centro-Oeste. Com mais de 4 mil metros quadrados de área expositiva, o evento contará com cerca de 250 rótulos de cervejas artesanais e mais de 20 expositores de cervejarias de Goiás, Brasília e das regiões Sul e Sudeste do país.

A Colombina, parceira desde a primeira edição, levará para o Festival três lançamentos. A Colombina Tesourinha, uma American IPA que tem em sua formulação a fruta nativa do Cerrado siriguela, foi lançada em abril e faz uma homenagem a Brasília. O rótulo traz um conjunto de referências à cidade, como os azulejos de Athos Bulcão.

A outra cerveja é a Colombina Bananada Cozumel. Segundo o sommelier da marca, Alberto Nascimento, a valorização das características locais da marca goiana vai muito além de sabores e aromas, o que ficou claro com o desenvolvimento desse mais recente rótulo que se juntou à família Colombina. A tradicional bebida feita com cerveja, limão e sal é um item presente no cardápio de inúmeros restaurantes, bares e pubs. “Buscamos traduzir para a cerveja aquele sentimento nostalgia dos botecos que todo mundo tem uma certa afinidade e trazer para essa bebida aquela sensação de frescor e goianidade que é típico dessa mistura. A Colombina Bananada Cozumel é realmente um comportamento que virou cerveja” pontua Nascimento.

Resultado de imagem para piri bier 2018

A outra novidade que será levada pela Colombina é a cerveja vencedora da 1ª Copa Piri Bier, desenvolvida pelo cervejeiro André Kopper. Essa cerveja tem estilo Saison e é exclusiva do festival. “É muito bom ser reconhecido pela qualidade da cerveja produzida. São muitos anos de estudo e trabalho, acredito que os frequentadores do festival vão gostar muito da minha receita”, relata Kopper.

Também merece destaque a Multi Cervas, que é uma distribuidora de Cervejas Artesanais presente em Goiás e no Distrito Federal. A empresa, que estará com cinco estandes no festival, é dirigida pelo engenheiro agrônomo e sommelier de cerveja, Enildo Marques. “Vamos levar para esta edição do Piri Bier 13 cervejarias com 34 chopes diferentes dos mais variados estilos, teremos pelo menos uma cervejaria representando cada região do Brasil”, conta.

Ainda de acordo com o empresário, a Multi Cervas estará com cinco novidades este ano: a estreante cervejaria Oktos Artesanal (Aparecida de Goiânia), a cervejaria Jalapa (Tocantins), a cervejaria Campinas (São Paulo), a cervejaria Ekaut (Recife) e a cervejaria Ignorus (Paraná), além da premiada Cathedral que foi eleita a Cervejaria do Ano no mais importante festival de cervejas artesanais do Brasil, conquistando 15 medalhas.

A nova linha de cervejas X Craft Beer, do cervejeiro Alexandre X, é outra novidade do festival de cervejas artesanais em Pirenépolis. Quem comparecer ao evento poderá desgustar a Painkiller (Double IPA), que chega pela primeira vez ao Centro-Oeste, além da Dressed in Black (Black Rye IPA). Já a Cavalo Louco é uma nova cervejaria goiana que estará presente pela primeira vez no Piri Bier. Fundada pelos experientes empresários Leandro Simões e Pedro Aris e com o auxilio do sommelier e mestre em estilos, Guilherme Coloço Mixtro, lançaram cinco estilos de cervejas artesanais: Pilsen, Weiss, IPA, Imperial IPA e New England IPA. Os rótulos das cervejas foram elaborados em parceria com o renomado grupo goiano Bicicleta sem Freio e tem como tema os índios Sioux.

A Hop Capital também estará com lançamentos exclusivos no Piri Bier 2018. A Trigo do Cerrado é uma típica Weiss (cerveja de trigo) extremamente equilibrada e que agrada muito os apreciadores do estilo. A outra é uma cerveja desenvolvida especialmente para a Copa do Mundo que vai se chamar Canarinho. É uma Pilsen bem leve e refrescante. A Hop Capital é uma cervejaria nova em Brasília, mas que já possui 10 rótulos de cervejas, sendo que cinco são IPA, especialidade da casa.

E por último, o Festival vai receber o projeto Tanoa, desenvolvido pelo químico e cervejeiro Luis Eduardo Neves em parceria com a Dornas Havana, dos sócios-proprietários Eduardo e Edson Martins. Trata-se de uma pesquisa feita com cerveja envelhecida com madeira. No evento acontecerá o lançamento da Wood Aged que tem em sua formulação jequitibá, bálsamo e castanheira. Além disso, os cervejeiros que participarem do Piri Bier poderão trocar experiências e conhecer um pouco do processo, pois serão comercializados barris de madeira no estande do projeto.

Anote aí:

Piri Bier 2018

Data: 30/05 a 02/06

Horário:

Quarta-feira – das 18h às 3h

Quinta-feira, Sexta-feira e Sábado – das 16h às 3h

Local: Cavalhódromo de Pirenópolis

Ingressos: 2o lote: R$ 30 quarta-feira, R$ 40 de quinta a sábado e R$ 120 o passaporte para os quatro dias. Os ingressos podem ser adquiridos no sympla: www.sympla.com.br/piribier2018

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s