Quer empreender no ramo alimentício? Veja as dicas.

SEBRAE destaca itens como bom atendimento e facilidade de pagamento; empresários de estabelecimentos goianos que se enquadram nos critérios apontados contam sobre sua experiência de gestão

Conduzir o próprio negócio não é uma tarefa fácil. O meio gastronômico, por exemplo, exige do empresário maior cautela e dedicação, visto que os consumidores estão cada vez mais exigentes e buscam uma alimentação de qualidade, preço justo e boa localização. Estes itens fazem parte de um total de doze características apontadas em pesquisa realizada pelo Sebrae que garantem o sucesso de um estabelecimento no ramo alimentício.

Paulo Henrique, Paulo Siqueira e Paulo Victor
Paulo Henrique, Paulo Siqueira e Paulo Victor

Um dos pontos principais da pesquisa é o bom atendimento. O sócio proprietário do Steak In, Paulo Henrique Barbosa, conduz a espeteria junto a seus dois outros sócios, Paulo Victor Sbroggio e Paulo Siqueira, há 8 meses, e garante que apostar em profissionais que atendem as necessidades do consumidor é essencial. “O sucesso do funcionamento do negócio é altamente dependente da capacitação dos funcionários. O cliente precisa se sentir à vontade e bem servido”, afirma.

Pedro Lelis - Wéon Bar
Pedro Lelis – Wéon Bar

O empresário Pedro Lelis, diretor e idealizador da bebida goiana Fiu fiu e sócio proprietário do Weón Bar, concorda que o atendimento seja crucial, mas garante que o conceito de atendimento deve ser explorado com maior profundidade. “Atendimento bom não é somente entregar bebida e comida rápido, ou somente saber conversar e ser carismático. Um bom atendimento envolve funcionalidade, empatia e emoção, envolve se identificar com os clientes e, principalmente, fazê-lo entender que os atendentes não devem ser tratados com desigualdade”.

Pedro ressalta ainda que, além do atendimento, qualidade e um bom marketing são pilares essenciais para o sucesso no ramo. “Entender as vontades dos clientes, criar propostas atraentes para consumo, divulgar de maneira persuasiva conquistam o cliente. Trazer pessoas para consumir fora de casa é uma grande dificuldade, por isso a proposta de cada casa deve ser atraente”, conta o empresário. Segundo ele, o estabelecimento deve ser encarado não apenas como um artifício funcional, mas, principalmente, de ligação emocional com o consumidor.

Os sócios do Steak In também acreditam que o melhor caminho é proporcionar ao cliente uma boa experiência, e, por isso investem em itens como forma de pagamento alternativa e alimentação saudável, ambos apontados pelo Sebrae como critérios para garantir o andamento do negócio. Para adquirir bebidas e espetos, o cliente precisa, primeiro, comprar fichas, que variam entre 5, 7 e 12 reais, e podem ser compradas em dinheiro ou cartão de crédito. “É uma maneira divertida e que facilita a vida do público, que não precisa enfrentar filas na hora do pagamento, nem dor de cabeça para dividir a conta”, ressalta Paulo Henrique.

Desafios

Mesmo buscando investir com prudência, os desafios para manter o estabelecimento são diários, principalmente quanto à gestão. Tanto para Paulo Henrique como para Pedro, uma das maiores dificuldades é a alta rotatividade no meio. “Quando existe um rodízio de funcionários, muito comum em bares e restaurantes, a implementação e manutenção da cultura da empresa acaba ficando comprometida”, admite Paulo. “Manter a qualidade dos serviços oferecidos com pessoas diferentes trabalhando, por exemplo, é uma prova de gestão”, ressalta o sócio proprietário do Wéon.

Paulo Henrique conta que o segredo do sucesso está na dedicação e estudo detalhado. “Para abrir qualquer negócio, o ponto primordial é pesquisar o segmento. Depois, planejar e replanejar, concebendo algo inovador no mercado”. Pedro concorda: “Minha maior dica para quem quer empreender nessa área é investir tempo aprendendo sobre o negócio antes de abri-lo. Abra um negócio por conhecimento, e se houverem áreas que você não domina, peça ajuda ou encontre um sócio”. E ainda aconselha: “Adquira maturidade emocional, pois o controle emocional pode ditar a diferença entre fazer escolhas corretas com clareza e crescer ou tomar decisões precipitadas tomadas pelas emoções e fechar as portas”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s